Negócio foi acertado em janeiro. Refinaria foi alvo de uma série de denúncias de corrupção investigadas pela operação Lava Jato.

A Petrobras informou nesta quarta-feira a conclusão da venda da refinaria de Pasadena, no Texas, para a Chevron. A refinaria foi negociada por US$ 467 milhões (cerca de R$ 1,830 bilhão), sendo US$ 350 milhões pelo valor das ações e US$ 117 milhões de capital de giro.

A transferência de Pasadena foi acertada em janeiro, mas por um valor maior. Na época, o negócio foi estimado em US$ 562 milhões.

“Esta operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando a geração de valor para os nossos acionistas.”, informou a Petrobras em comunicado.

A refinaria de Pasadena foi alvo de uma série de denúncias de corrupção investigadas pela operação Lava Jato. A entrada da Petrobras na refinaria ocorreu em 2006, quando a estatal adquiriu a participação de 50% da belga Astra Oil.

Ao todo, segundo o Valor Online, a Petrobras desembolsou US$ 1,249 bilhão pela compra total de Pasadena.

A refinaria que foi usada como fonte de corrupção para petistas e amigos.

Novo negócio da Chevron

A refinaria de Pasadena é a segunda da Chevron na costa do golfo dos Estados Unidos, destacou a agência Reuters.

A Chevron queria a refinaria para processar petróleo bruto doce vindo de seus campos na Bacia Permian do Texas. A planta produz 112.229 barris de petróleo por dia

“Essa aquisição comprova a força dos nossos negócios na costa do golfo, permitindo que possamos fornecer mais do nosso mercado de varejo na região com produtos produzidos pela Chevron, e nos posiciona por uma melhor conectividade para os nossos ativos na bacia Permian”, disse Mark Nelson, vice-presidente executivo da Chevron para derivados e químicos.

Além da refinaria, a Chevron adquiriu a PRSI, subsidiária da Petrobras que opera a refinaria e a PRSI Trading, que vende em mercados de brutos e refinados. A PRSI também tem um tanque de armazenamento de 5,1 milhões de barris e 143 acres adicionais de terras ao longo do canal de navegação de Houston.