Desabafo da moça que perdeu cruelmente seus pais e seu irmão em um crime bárbaro.

Rafael Henrique Miguel, de 22 anos, seu pai João Alcídio Miguel, de 52 e sua mãe Miriam Selma Miguel de 50 anos, foram mortos por o sogro de Miguel, Paulo Cupertino Matias a tiros, após o ator e os pais ir até a casa da namorada, na Estrada do alvarenga, no bairro da pedreira, na zona Sul de São Paulo, para conversar sobre o relacionamento deles. Vizinhos disseram que Paulo chegou atirando na direção dos três.

Na última segunda-feira (10), a irmã de Rafael publicou nas redes sociais lamentando as mortes do irmão e dos pais e agradecendo às “incontáveis mensagens de amor e acolhimento”. Nada nunca vai ser completo sem eles, o trauma foi gigantesco. Mas seguirei. “Peço desculpas por não ter respondido um a um dos amigos, e reportagens que tentaram contato, mas estou em um momento de luto e assimilação de tudo que aconteceu, não consigo me pronunciar sobre justiça, nem como vamos seguir a vida “.

Camila Miguel, de 26 anos, agradeceu “às, tavez milhares de pessoas que compareceram ao funeral e enterro “. A jovem pediu que “não compartilhem, comentem, e apenas denunciem perfis desrespeitoso que tenham tirado e postado fotos do funeral ou corpos”. “Isso é desumano em níveis idênticos ao que uma pessoa fez com meus pais e meu irmão”, completou. Ela finaliza o texto afirmando que “arma nãoé e nunca será objeto de defesa. Arma é um objeto que mata.