A abertura vai acontecer a partir deste sábado (8), segundo mensagem publicada em rede social. Fronteira estava fechada desde fevereiro.
Ponte que fica localizada na fronteira entre os dois países.

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, disse nesta sexta-feira (7) que ‘autorizou’ a reabertura da fronteira com a Colômbia no estado de Táchira a partir deste sábado (8).

“No exercício pleno da nossa soberania, ordenei a abertura dos postos na fronteira com a Colômbia no estado de Táchira, a partir deste sábado”, escreveu o chavista no Twitter.

A fronteira entre os dois países está fechada no estado de Táchira desde 22 de feveiro do corrente ano. Naquela data, a decisão foi comunicada pela ‘vice-presidente’ Delcy Rodríguez, que disse que a medida estava sendo tomada por causa de “sérias e ilegais ameaças do Governo da Colômbia contra a paz e a soberania da Venezuela”. No dia seguinte, a oposição venezuelana pretendia tentar levar à força para dentro do país ajuda humanitária internacional pelas passagens que ligam Táchira ao estado colombiano de Norte de Santander.

Desde então, a passagem por três das quatro pontes que ligam os dois países na região estava restrita. Apenas pessoas doentes ou estudantes podiam cruzá-las. A ponte de Tienditas, a quarta ligação entre Venezuela e Colômbia, continua fechada para pedestres e veículos.

A Venezuela faz fronteira com a Colômbia em outras duas regiões, nas quais as passagens de pedestres estão sendo realizadas com as mesmas restrições aplicadas em Táchira.

O ditador venezuelano segue se agarrando ao poder, se isolando politicamente e provocando a destruição do seu país. Nicolás Maduro mostra ao mundo o modus operandi dos socialistas, que consiste na defesa do seu poder acima até do bem estar das populações que têm o desprazer de tê-los como governantes.