Daiane Guedes havia saído de uma peça sobre educação no trânsito quando flagrou a situação.
Ainda vestida na sua fantasia de princesa, Daiane Guedes, de 36 anos, deu voz de prisão ao suspeito.

A guarda municipal Daiane Guedes, de 36 anos, havia acabado de sair de uma apresentação teatral sobre educação no trânsito, em São José, na Grande Florianópolis, quando flagrou um bandido atuando em um roubo. Ainda vestida como Princesa Esmeralda, ela deu voz de prisão ao ladrão. O caso inusitado ocorreu na tarde desta sexta-feira (31).

“Fiquei surpresa com a situação, claro. Foi muito atípico”, contou a competente guarda.

A peça de teatro aconteceu no Centro de Atenção aos Idosos (Cati), na Avenida Beira-Mar, como parte de um seminário de educação no trânsito como programação do Maio Amarelo, uma campanha de conscientização e prevenção a acidentes de trânsito.

Daiane conta que deixou o espaço e pegou a viatura descaracterizada com intenção de ir a uma base da Guarda Municipal, a cerca de cinco minutos dali, para buscar o uniforme de trabalho que havia deixado lá.

Mas, poucos metros após sair do Cati, ela viu um conhecido andando a pé, na calçada, e uma pessoa com atitude estranha perto dele. “Esse colega estava assustando, e perguntei se estava tudo bem e ele disse que estava sendo assalto”, contou Daiane.

Ela desceu do carro, encostou o homem na parede e deu voz de prisão, chamando em seguida reforço via rádio-comunicador. “Ele ficou surpreso, achou que eu não conseguiria fazer nada. Mas quando me ouviu fazendo a comunicação via rádio, ele foi soltando a mochila [da vítima]”, disse. Na sequência, uma viatura da Guarda Municipal chegou e levou o ladrão e a vítima até uma delegacia.

A imagem de Daiane vestida de princesa e prendendo o assaltante já está nas redes sociais. A guarda, que está no cargo há 15 anos, diz que não esperava a repercussão. “Estou até assustada, imagina!”, falou.